Notícias

Voltar

Copersucar lança campanha solidária para ajudar alunos do Programa Conecta

02.09.2021

Este mês, a Copersucar, maior comercializadora de açúcar e etanol do mundo, lança uma nova ação, o “Abrace uma família”. Até o dia 17/09, a campanha estará aberta para contribuição das equipes internas e de pessoas fora da empresa que também queiram participar e contribuir. A Companhia irá dobrar o valor total arrecadado, para potencializar o alcance da ação. O objetivo é doar cestas básicas para alunos e ex-alunos do Conecta que tiveram seus negócios impactados pela pandemia e encontram-se em situação de insegurança alimentar. Serão três cidades alcançadas, Santos, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. As doações, podem ser feitas por meio da plataforma online oficial da Campanha.

A Copersucar, possui, desde 2016, um programa de voluntariado. Além da participação no projeto social oficial da companhia, o Conecta Copersucar, os voluntários planejam, desenvolvem e realizam ações independentes. O grupo de voluntários é formado pelos próprios colaboradores e atuante em diferentes períodos do ano em campanhas, ações e eventos. Já o Conecta tem como objetivo capacitar profissionalmente adolescentes, jovens e adultos em situações de vulnerabilidade, com foco no empreendedorismo. A matriz dos programas é contribuir com as comunidades próximas e desenvolver nos colaboradores o senso de empatia e responsabilidade com o próximo.

O conceito de ESG levanta este ponto, o impacto da governança dentro das empresas. Este cuidado pode ir além do tradicional, expandindo para uma mobilização coletiva dentro das equipes. Como parte ativa da sociedade, o ambiente profissional deve também contribuir, ademais financeiramente, para a realização de melhorias dentro e fora de suas sedes.

O alcance das empresas é muito maior do que o individual. Contribuições desta natureza beneficiam o ambiente em que as empresas estão inseridas, as comunidades ao redor, os colaboradores e a própria cultura da empresa, cooperando para o desenvolvimento da sociedade. Com este tipo de política interna, além das pessoas que recebem o resultado das ações voluntárias, as equipes passam a se espelhar nas corporações em que trabalham.

“ Por meio do trabalho voluntário os profissionais da Copersucar são encorajados a se comprometer com iniciativas que ajudam a solucionar problemas importantes da sociedade. Este movimento estimula o senso de responsabilidade e de trabalho em equipe e permite um maior engajamento no ambiente de trabalho. Desenvolve um sentido de propósito nas nossas equipes e um sentimento de auto realização para quem participa” destaca Matheus Cotta de Carvalho, Diretor de Gente e Gestão da Copersucar.

No último ano, o grupo de voluntários arrecadou uma geladeira para instituição que acolhe crianças em situação de vulnerabilidade familiar, a “Casa da Criança e do Adolescente de Santo Amaro”. A Organização não possuía um eletrodoméstico com as especificações necessárias, que comportasse a refrigeração das refeições de todas as crianças, o que gerava, muitas vezes, o desperdício de alimentos.

Mariana Grota (36), Especialista Jurídico, formada em direito e funcionária da Copersucar desde 2016, fez parte desta campanha. Ela cresceu em contato constante com ações sociais, incentivadas em casa e praticadas por ela e sua irmã desde criança. Hoje, casada e mãe de um menino de 7 anos, ela ensina o que aprendeu com os pais e acredita que este tipo de atitude impacta em todos os setores da vida. Começou a participar do Grupo de Voluntariado em 2017, atuando em todos os eventos desde então.

Quando entrou no grupo, a principal dúvida de Mariana era como ajudar as outras pessoas. Foi quando recebeu a orientação dos coordenadores do Conecta e percebeu que o conhecimento profissional adquirido ao longo de sua carreira poderia ajudar os alunos do projeto social. Assim, nos últimos anos, ela passou a ministrar workshops para os alunos do curso gratuito de empreendedorismo do Conecta, abordando temas jurídicos.

“Todo mundo é igual, mas as pessoas têm oportunidades diferentes. O que foi adquirido dessas oportunidades podemos doar. Tudo o que eu sei, posso ensinar. O que precisamos fazer é incentivar, para agregar mais pessoas e empresas” diz Mariana.




Fonte: CoperSucar