Notícias

Voltar

Preço do açúcar deve seguir em alta no curto prazo, apontam operadores

16.04.2021

Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE avançaram mais de 3% nesta quinta-feira, atingindo o maior nível em quase um mês, à medida que commodities e ações globais se estabilizam em um patamar elevado e investidores seguem preocupados com as perspectivas para a safra do Brasil.

O contrato maio do açúcar bruto fechou em alta de 0,52 centavo de dólar, ou 3,3%, a 16,38 centavos de dólar por libra-peso.

Operadores citaram crescentes expectativas de que a produção de açúcar do Brasil enfrente dificuldades para alcançar os 36 milhões de toneladas anteriormente projetados.

Eles disseram que o açúcar deve seguir em alta no curto prazo, embora as fortes exportações da Índia eventualmente limitem os ganhos.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos afirmou que a produção de açúcar da Tailândia deve avançar 40% em 2021/22 ante 2020/21, para 10,6 milhões de toneladas.

A ESIIC, compradora estatal do Egito, abriu uma licitação por 100 mil toneladas de açúcar bruto do Brasil.

O açúcar branco para maio avançou 14,00 dólares, ou 3,2%, para 455,60 dólares por tonelada no vencimento do contrato, com entregas estimadas em cerca de 132 mil toneladas.



Fonte: Reuters