Notícias

Voltar

No Brasil, café e cana têm registro de geadas; empresas avaliam impactos

09.07.2019

Geadas foram registradas em diversas áreas agrícolas no Brasil durante o fim de semana, incluindo regiões produtoras de café e cana-de-açúcar, com cooperativas e empresas ainda avaliando os eventuais impactos sobre a produção;

Cana, café, trigo e o milho safrinha, plantado tardiamente, são as culturas mais vulneráveis nas regiões sul e sudeste do Brasil, onde as geadas foram relatadas, após o país ter sido atingido pela mais intensa massa polar vista neste ano.

Empresas de açúcar e cooperativas de café enviaram agrônomos a campo para uma melhor avaliação da situação. A produtora de açúcar e etanol São Martinho disse que 12.000 hectares de seus canaviais foram atingidos por geadas. A companhia, no entanto, disse que espera que eventuais perdas na produção sejam pequenas.

A cooperativa de café Minasul, no principal Estado produtor, de Minas Gerais, afirmou que as geadas atingiram principalmente áreas baixas e montanhas. “Ainda estamos avaliando, mas parece claro que haverá algum impacto na produção”, disse à Reuters nesta segunda-feira o presidente da Minasul, José Marcos Magalhães.

Uma melhor avaliação sobre os impactos em áreas de café e cana-de-açúcar provavelmente levará alguns dias.