Notícias

Voltar

Moagem cai 31,685 na segunda quinzena de setembro e 2,31% no acumulado

11.10.2018

As usinas e destilarias do Centro-Sul do Brasil processaram apenas 27,643 milhões toneladas de cana-de-açúcar na segunda quinzena de setembro da safra 2018/2019. O volume é 31,68% menor que o total de 40,460 milhões de toneladas moído em igual período da safra passada, informou a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). Com o resultado, pela primeira vez na atual safra, a moagem acumulada passou a ser menor que em igual período da safra 2017/2018. Nos seis meses do período atual, iniciado em 1º de abril, o processamento atingiu 457,933 milhões de toneladas, queda de 2,31% sobre igual intervalo da safra passada, quando foram processadas 468,783 milhões de toneladas de cana.

Segundo a Unica, as quedas na quinzena e no acumulado ocorreram por causa das chuvas na metade final de setembro e da redução do ritmo de processamento por causa do término da safra em algumas unidades. "Com efeito, até o início de outubro deste ano cinco unidades encerraram a safra 2018/2019. Essas empresas registraram uma redução de 13,1% na moagem. Nesta próxima quinzena (primeira de outubro), a expectativa é de que outras 32 usinas interrompam as operações", informou a entidade.

Com 66,92% da oferta total de cana destinada ao etanol e apenas 33,08% ao açúcar, a fabricação do biocombustível somou 1,634 bilhões de litros na segunda quinzena de setembro, queda de 19,81% ante igual período da safra passada, de 2,037 bilhões de litros. Na segunda metade do mês passado, foram produzidos 1,140 bilhão de litros de hidratado, estável ante 2017, e 494 milhões de litros de anidro, queda de 44,91% na mesma base de comparação.

No acumulado da safra 2018/2019, 24,386 bilhões de litros de etanol foram produzidos, aumento de 25,05% sobre igual período do ano passado. Do volume total de etanol fabricado até 1º de outubro, 16,845 bilhões de litros foram de hidratado, alta de 51,07%, e 7,541 bilhões de litros de anidro, recuo de 10,32% ante o mesmo período da safra passada. A produção de etanol de milho foi de 25,581 milhões de litros na segunda quinzena de setembro, totalizando 313,385 milhões de litros no ciclo 2018/2019, informou a Unica.

A produção de açúcar foi de apenas 1,286 milhão de toneladas na quinzena final de setembro, baixa de 55,01% sobre igual período de 2017, e acumula 22,273 milhões de toneladas na safra, queda de 24,08% ante 2017/2018.

O teor de sacarose na cana, medido na quantidade de Açúcar Total Recuperável por tonelada processada (ATR/t), foi de 147,61 quilos (kg) na segunda quinzena de setembro, 7,34% inferior ao de igual período da safra passada. No acumulado da safra, o teor de sacarose está em 140,34 kg de ATR/t, alta de 3,09% sobre 2017/2018.