Confira as notícias do Agronegócio no Paraná

Poder de compra de adubos por agricultores melhorou em maio

Patrocinadores

Os preços dos fertilizantes, contudo, ainda estão em níveis historicamente elevados, exigindo maiores gastos pelos produtores

 O poder de compra de fertilizantes pelos agricultores brasileiros aumentou em maio, com uma redução do preço médio dos adubos, apontou hoje (24) o índice IPCF, elaborado pela Mosaic, umas das maiores companhias do setor.

 Os preços dos fertilizantes, contudo, ainda estão em níveis historicamente elevados, exigindo maiores gastos pelos produtores. O índice fechou o mês passado em 1,75, versus 1,87 em abril e ante 0,82 em maio de 2021.

 Uma relação menor que 1,0 indica que os fertilizantes estão mais acessíveis aos agricultores, e maior que 1,00, menos.

 Em nota, a Mosaic citou incertezas de abastecimento devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia, sanções do Ocidente aplicadas ao importante produtor Belarus e restrições de fornecimento de fertilizante chinês.

 Diante disso, o setor tem acelerado importações para garantir ofertas para a nova safra 2022/23 de grãos, e os desembarques no Brasil subiram 56,7% em maio, para mais de 4 milhões de toneladas.

 O IPCF é divulgado mensalmente e consiste na relação entre indicadores de preços de fertilizantes e de commodities agrícolas.

 O cálculo do IPCF leva em consideração as principais lavouras brasileiras: soja, milho, algodão e cana.

 A Mosaic ainda citou a desvalorização da moeda brasileira e que o ambiente geopolítico segue incerto, causando preocupação em toda a cadeia, não só no mercado de fertilizantes, mas também nas matérias-primas que compõem os mesmos (Reuters, 24/6/22)

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on telegram
Share on tumblr

Artigos Relacionados

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao usar este site você concorda com nossos Política de Proteção de Dados.

Central de Atendimento

Contato: André Bacarin

    Acesse o mapa para ver nossa localização